Sustentabilidade Ambiental para as Bibliotecas Públicas em Portugal: uma primeira abordagem

Environmental Sustainability for Public Libraries in Portugal: a first approach
Sustentabilidade Ambiental para as Bibliotecas Públicas em Portugal: uma primeira abordagem
Artigo sobre estudo português no Green Eletronic Journal – Universidade da Califórnia (EUA)

A Agenda 2030 das Nações Unidas prevê a implementação de 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável tendo como base 169 metas para a sua concretização. A sustentabilidade ambiental considerada parte integrante desta agenda seja através do acesso a energia limpa, água potável, preservação de ecossistemas ou gestão de recursos, encontra-se perfeitamente explanada neste conjunto de prerrogativas a alcançar até 2030.

No âmbito da Agenda 2030 os estados devem definir os seus Planos Nacionais para o Desenvolvimento dos quais os serviços de informação não deverão ser excluídos.

Foi agora publicado em Fevereiro pelo Eletronic Green Journal – periódico bianual com revisão de pares e de acesso aberto a informações ambientais internacionais, da responsabilidade da Universidade da Califórnia (EUA) – um artigo sobre a investigação portuguesa “Sustentabilidade ambiental aplicada aos sistemas de informação: estudo e proposta para as Bibliotecas Públicas em Portugal” (2015).

Este artigo apresenta os resultados da investigação sobre práticas de sustentabilidade ambiental em bibliotecas públicas em Portugal, decorrida entre os anos 2014 e 2015 no âmbito do curso de Mestrado em Ciências da Documentação e Informação da Universidade de Lisboa.

Segundo o estudo, a sustentabilidade ambiental deve ser incluída nos objetivos a alcançar pelas bibliotecas.

O estudo analisa o número crescente de bibliotecas no mundo que aplicam critérios de sustentabilidade ambiental nas suas ações estratégicas e de gestão, apelando também à revisão do currículo académico dos cursos de Ciências de Documentação e Informação e ao desenvolvimento de um trabalho integrado com associações de profissionais para a inclusão do debate e discussão destas matérias.

A investigação centra-se na revisão dos objetivos de desenvolvimento sustentável pós-2015 delineados pelas Nações Unidas e na inclusão dos serviços de informação como prossecutores desse mesmo desenvolvimento.

Deste trabalho resultou a elaboração de um Guia de Procedimentos em Sustentabilidade Ambiental para bibliotecas (2015), como proposta de criação de uma metodologia em torno da sustentabilidade ambiental e da respetiva gestão de parâmetros sustentáveis.

Poderá consultar o artigo sobre a investigação na página do Eletronic Green Journal em: http://escholarship.org/uc/uclalib_egj
O trabalho de investigação e o guia encontram-se disponíveis para consulta no Repositório da Universidade de Lisboa e Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCCAP).

Autor: Sandra Moura Dias

Sobre o Autor

Deixe um Comentário




Pretende associar uma imagem ao seu comentário, crie uma em Gravatar.