Category: opinião

A Macroestrutura Funcional e o Plano de Classificação: breve análise

A Macroestrutura Funcional e o Plano de Classificação: breve análise

No quadro da gestão da informação arquivística nas entidades públicas, a Macroestrutura Funcional (MEF) é perspectivada como um instrumento de características universais, dotado de uma estrutura hierárquica desenvolvida a dois níveis, isto é, o enfoque é dirigido para as Funções e Subfunções exercidas pelo Estado, proporcionando desta forma uma visão integrada, global e holística na […]

Livros são lugares de trabalho

Livros são lugares de trabalho

Cláudia Sousa Pereira (*) Os livros são objetos bonitos. E sim, também falo de livros em écrans, porque a beleza dos livros ultrapassa-lhes o aspeto físico. Se não pensamos assim foi porque não aprendemos nada, ou não quisemos aprender, com o pequeno príncipe de Saint-Exupéry. Quando se abre um livro aprende-se sempre alguma coisa, até […]

Testemunho de Ana Roxo sobre a participação no  Programa de Mobilidade em bibliotecas do ensino superior

Testemunho de Ana Roxo sobre a participação no Programa de Mobilidade em bibliotecas do ensino superior

O Programa de Mobilidade da BAD, iniciativa do grupo de trabalho das bibliotecas do ensino superior – A minha biblioteca é a tua biblioteca – arrancou no passado dia 2 de abril com o programa oferecido pelos Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia da Universidade de Aveiro com o título “O programa de formação […]

Fazer a memória da arte e a arte de fazer memória

Fazer a memória da arte e a arte de fazer memória

Comemoraremos, neste ano de 2014, o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios sob o tema Lugares de Memória e o Dia Internacional dos Museus com um enfoque na temática Museus: As colecções criam conexões. Bibliotecários, arquivistas, documentalistas, e demais técnicos que dinamizam os grupos de trabalho da BAD, são guardadores e transmissores de memórias dentro […]

Indexação

Indexação

  O eu e o outro Gaspar Matos Bem me queria a mim parecer que a história não é a vida real, literatura sim, e nada mais, Mas a história foi vida real no tempo em que ainda não poderia chamar-se-lhe história, Tem a certeza, senhor doutor, Na verdade, você é uma interrogação com pernas […]

Monitorizar e avaliar as redes sociais? Eis a questão!

Monitorizar e avaliar as redes sociais? Eis a questão!

Este texto surge na sequência da realização do webinar intitulado “Monitorização e avaliação das redes sociais: o caso do facebook”, no âmbito do trabalho desenvolvido pelo grupo de trabalho Sistemas de Informação em Museus (GT-SIM) da BAD – Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas e também no reconhecimento que este grupo atribuiu, desde a […]

Os museus como sistemas de informações complexos

Os museus como sistemas de informações complexos

Albergar sob um mesmo teto a heterogeneidade dos recursos da memória e do conhecimento, arquétipo para que a biblioteca de Alexandria nos remete, recorda-me o passado comum que museus, bibliotecas e arquivos tiveram e da relação de intrínseca inter-documentação estabelecida entre os bens que acumulava e possuía. Porém, a taxonomização dos saberes em prol de […]

A importância da interoperabilidade em Instituições de Memória

A importância da interoperabilidade em Instituições de Memória

O desenvolvimento tecnológico proporcionado pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e o aparecimento de novas formas de comunicação e acesso à informação, a par com a sua ubiquidade originaram mudanças, de uma maneira geral, na nossa sociedade e, em particular, nas Instituições de Memória [1] – Arquivos, Bibliotecas e Museus. As Instituições de Memória […]

A importância das normas para os museus e seus sistemas de informação

A importância das normas para os museus e seus sistemas de informação

A documentação em museus, isto é, a gestão da informação sobre as coleções de museus, é uma tarefa complexa, demorada, dispendiosa e, infelizmente, pouco discutida nos fóruns de debate nacionais relacionados com museus e museologia, pese embora a sua considerável importância no contexto do conjunto de tarefas atribuídas aos profissionais de museus. A sua relevância, […]

Sistemas de Informação em Museus: reflexão e acções necessárias

Sistemas de Informação em Museus: reflexão e acções necessárias

Ao pensar e escrever breves parágrafos sobre informação em museus, gostaria de contribuir para demonstrar que estes devem ter como uma das suas prioridades a criação de sistemas de processamento e de largo acesso não só dos acervos que gerem, como também do conhecimento que são capazes de produzir – em particular através de estudo […]

Gestão da informação em Museus: uma abordagem pela importância do acesso integrado à informação

Gestão da informação em Museus: uma abordagem pela importância do acesso integrado à informação

Os museus apresentam-se, nos dias de hoje, como instrumentos sociais, educativos e de comunicação com a sociedade, desempenhando um papel importante no acompanhamento e na capacidade de dar respostas às constantes mudanças que se fazem sentir. De espaço aberto a um grupo restrito, nos seus primórdios, a um espaço de partilha e vivência, os museus […]

Há trinta anos… o “Manifesto da Leitura Pública”

Há trinta anos… o “Manifesto da Leitura Pública”

Em 1983, ainda o regime democrático não tinha alcançado uma década  e a vida política portuguesa, para variar, estava ao rubro desde o início do ano. Através da publicação, no dia 4 de Fevereiro, de um decreto presidencial é dissolvida a Assembleia da República e fixa eleições para o dia 25 de Abril donde resultou […]

Em defesa das bibliotecas públicas – opinião de Luís Santos

Em defesa das bibliotecas públicas – opinião de Luís Santos

As bibliotecas públicas devem ser defendidas, apoiadas e respeitadas nas suas mais diversas valências enquanto promotoras de uma cultura inclusiva, assumindo o Governo, sem qualquer tipo de restrições que Portugal deve ter um modelo de Biblioteca Pública entendível como essencial numa estratégia inclusiva de democratização cultural, baseadas no princípio de que a lógica prioritária é […]

Zélia Parreira

À altura dos acontecimentos – opinião de Zélia Parreira

A recente notícia sobre o cancelamento da oferta de jornais e revistas (e todo o tipo de documentos, na realidade) para consulta pública e gratuita na Biblioteca de Tomar constitui, em minha opinião, uma enorme luz vermelha num semáforo que teimava em permanecer num sério amarelo de aviso há muito tempo. A Rede de Bibliotecas […]

Para quê Bibliotecas? – opinião de Margarida Fróis

Para quê Bibliotecas? – opinião de Margarida Fróis

Os países desenvolvidos distinguem-se dos outros pela utilização racional e inteligente dos seus recursos. Os resultados do último PISA vêm criar alguma expectativa sobre a evolução das competências de leitura nos jovens portugueses. Há um sinal muito positivo de mudança, há um inverter da tendência negativa, o que parece indiciar que estamos no bom caminho. No […]

Notas sobre a conferência mundial KOHACON12

Notas sobre a conferência mundial KOHACON12

Cerca de 70 especialistas de todo o mundo participaram na conferência realizada em Edimburgo, de 5 a 7 de Junho, após a qual decorreu de 9 a 11 de Junho o encontro técnico destinado à troca de experiências e desenvolvimento de funcionalidades do KOHA. Estiveram presentes alguns dos principais dinamizadores (Chris Cormack, Paul Poulain, Kyle […]

Uma revolução menos silenciosa: o ponto de vista de Joanna Whitfield sobre o 13º Encontro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas

Uma revolução menos silenciosa: o ponto de vista de Joanna Whitfield sobre o 13º Encontro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas

Volvida algumas semanas do 13º Encontro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas e alguma assimilação e reflexão, várias palavras têm estado presentes no quotidiano: paixão, cooperação, rede, revolução silenciosa, valor social, crise económica, comunicar e ação. Não necessariamente por esta ordem mas, curiosamente, a paixão sempre em primeiro lugar. De salientar que com meia dúzia […]

Alguns pensamentos de Gaspar Matos sobre o 13.º Encontro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas

Alguns pensamentos de Gaspar Matos sobre o 13.º Encontro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas

Do encontro de Cascais trouxe estes pensamentos, muitos deles felizes:   Cada vez se trabalha melhor nas Bibliotecas Públicas Portuguesas; Os que lá trabalham estão interessados em falar, ouvir falar, debater (seriam quase 300, na sexta; 140, sábado); Faz-se muito com poucos recursos o que, não sendo propriamente bom sinal, é prova de resiliência; Falou-se […]

Opinião de Ângela Pereira sobre o 13.º Encontro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas

Opinião de Ângela Pereira sobre o 13.º Encontro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas

O 13.º Encontro Nacional de Bibliotecas Públicas revelou-se um momento concreto de partilha de conhecimentos, de levantamento de questões, de revelação de experiências, de expressão de preocupações e de reflexão conjunta acerca do futuro das bibliotecas públicas. Estes dois dias teriam sido muito mais marcantes, é certo, se no anfiteatro do Centro de Congressos do […]

Com finos fios se constroem redes - opinião Margarida Fróis

Com finos fios se constroem redes – opinião Margarida Fróis

O ser humano e tudo o que daí deriva, não pode viver isolado. A humanidade foi-se construindo ao longo dos séculos na partilha de conhecimentos, de experiências, de ideais e essa partilha foi determinante para o progresso dos povos e do seu bem-estar. A importância da realização do XIII Encontro de Bibliotecários de Leitura Pública […]