A formação de profissionais da informação em Portugal e Espanha: um contexto necessário para compreender a competência em informação

Elizete Vieira Vitorino, Armando Malheiro da Silva

Resumo


Este trabalho é parte de uma pesquisa mais ampla em desenvolvimento no Brasil e na Europa e se propõe a contextualizar e refletir sobre a formação dos Profissionais da Informação nos países de Portugal e Espanha, cujo propósito destina-se a compreender a evolução dos modelos formativos que “moldam” ou caracterizam a competência em informação destes profissionais em sua prática e no ambiente de trabalho. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, bibliográfica e exploratória na literatura produzida em Portugal e Espanha sobre a formação do Profissional da Informação e sobre a inserção do tema competência em informação nesse contexto. Os resultados mostram que a formação europeia está centrada até a segunda metade do século XX, na guarda patrimonial, num paradigma historicista e também tecnicista – conforme mencionam os pesquisadores portugueses da área, seja por meio da Library and Information Science ou da Archival Science. Novos desafios introduzem um novo contexto, o qual necessitará da reflexão sobre os modelos baseados na dimensão técnica, para novos modelos de produção e de consumo informacional baseados nas dimensões estética (sensibilidade e criatividade), ética (acesso e uso da informação) e política (preocupação com o outro, com o aprendizado informacional de si e do usuário).

Palavras-chave


Competência em informação - Portugal; Competência em informação – Espanha; Profissionais da Informação – Portugal; Profissionais da Informação – Espanha.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Parceiro institucional:

EBSCO