Peças de teatro manuscritas (séculos XVIII e XIX) em acesso aberto da Escola Superior de Teatro e Cinema: projeto apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian

Luísa Maria Lousã Marques

Resumo


O acervo de peças de teatro manuscritas, oriundas do arquivo histórico do Conservatório Nacional, é constituído por cerca de 2300 espécies (séc. XVIII-XX) entre originais, traduções e imitações. Estas espécies são consideradas, pelo seu valor documental e artístico, edições raras e únicas. O projeto de conservação apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian permitiu que 812 destas espécies (séc. XVIII-XIX) fossem digitalizadas e toda a informação bibliográfica introduzida no catálogo online da Biblioteca da ESTC, com acesso, total ou parcial, ao documento digital. Acrescenta-se ainda que o facto de não se encontrarem cópias destes documentos em outros arquivos ou noutros suportes, e a necessária colocação dos mesmos em domínio público, vem justificar este projeto que permite o acesso dos documentos pela comunidade em geral e pela comunidade académica e científica em particular, o que transcende a História do Teatro e inclui a História das Instituições, da Sociologia da Cultura e da História das Literaturas Dramáticas em Portugal e no Brasil.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Parceiro institucional:

EBSCO