Integração de plataformas institucionais: o caso EUDAT

Ricardo Carvalho Amorim, Fábio Silva

Resumo


A qualidade dos dados de investigação é um debate recorrente entre instituições e investigadores. A constante preocupação em garantir que os dados sobrevivem aos seus criadores tem contribuído para o aparecimento de plataformas que, em casos mais avançados, permitem que os investigadores sejam envolvidos diretamente no processo de gestão dos seus dados. A plataforma EUDAT surge como um exemplo de uma uma solução para os inúmeros desafios da investigação, proporcionando ambientes colaborativos, ferramentas de processamento e outras mais valias para instituições que têm dificuldades em adquirir estas ferramentas de forma individual. Contudo, a divulgação de dados de investigação deve ter como princípios não só a sua preservação a longo prazo, mas também a sua potencial reutilização dentro da comunidade científica, pelo que é necessário transpor o conhecimento gerado durante a investigação para os dados associados. O Dendro surge como uma plataforma para apoiar a descrição de dados desde o momento em que são criados, permitindo que os registos produzidos os acompanhem e permitam mais tarde uma interpretação extensiva dos dados. Este caso de estudo apresenta a integração entre o Dendro e o EUDAT com o objetivo de promover um ambiente de gestão de dados abrangente que envolva os diversos responsáveis no processo.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Parceiro institucional:

EBSCO