Relato final do grupo de discussão “Literacia da informação no contexto académico”

Em sobre o programa por a 4 de Julho de 2013 0 Comentários

Literacia da informação no contexto académico: conteúdos e metodologias relevantes para a formação

Moderador: Carlos Lopes Relator: Tatiana Sanches

Este grupo de discussão temático reuniu e procurou abordar a temática em torno de três tópicos, a partir dos quais foi realizada a discussão.

1.       A literacia de informação na prática: planear e implementar formação a partir de modelos e conteúdos inspiradores

Relativamente a este tópico concluiu-se que existem modelos estrangeiros inspiradores, mas não utilizados integralmente nas bibliotecas universitárias em Portugal. Por outro lado há modelos e exemplos portugueses resultantes de boas práticas, mas que não são partilhados (tutoriais ou outra documentação). Está em curso a concretização de uma plataforma de partilha, ao nível da APBAD, promovida pelo Grupo de Trabalho das Bibliotecas de Ensino Superior que será brevemente divulgada. Considerou-se ainda, acerca deste tópico, que falta alguma estrutura / planeamento da formação, incluindo avaliação. Por fim foi realçada a necessidade de melhoria das estratégias de comunicação junto dos utilizadores para promover e melhorar a imagem da literacia da informação.

2.       As competências de informação como base para o desenvolvimento de objetivos académicos: autonomização do utilizador, aprendizagem e apoio à produção de conhecimento científico

Foi considerado, no tocante a este tópico, que as literacias devem ser vistas como competências transversais. Destacou-se a importância do processo de Bolonha como oportunidade para inscrever a literacia de informação no desenvolvimento e autonomização do aluno universitário. Por fim realçou-se a importância de promover e aplicar todas as competências de informação nos programas de formação.

3.       Bibliotecários como novos professores ou em busca do trabalho colaborativo? Implicações da integração curricular da literacia de informação

Consensual foi a necessidade imperativa de haver uma integração da literacia no currículo académico. Foi sublinhada a necessidade de desenvolvimento de competências pedagógicas por parte dos bibliotecários, mas destacada, a par, a premência de uma aposta nas parcerias com docentes (por exemplo, na utilização e avaliação das competências nos trabalhos académicos).

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *