Workshops técnicos

Integram o programa do encontro um conjunto de workshops técnicos, em jeito de oficinas práticas, que vêm procurar responder parcialmente às “tendências e desafios nas bibliotecas de ensino superior” que estarão em debate durante o encontro.

Lista de apresentação dos workshops – 6 de junho, das 17h00 às 18h30:

1. Ferramentas para blogs e sites, plugins essenciais e tudo o resto: comunicar melhor com o utilizador

Os meios de divulgação na Web e a redundância de pontos de acesso aos conteúdos e coleções são fundamentais para as bibliotecas de ensino superior. O planeamento e uso adequado da tecnologia afiguram-se como fatores críticos essenciais para que as organizações assegurem uma presença Web dinâmica e flexível. Nesta oficina prática serão destacados os sistemas open source Drupal e WordPress, com exploração de um conjunto de funcionalidades, incluindo tópicos como plugins, temas, tipos de conteúdo, integração de informação e outros aspetos.

Formador: Susana Caixinha, Serviços de Tecnologias da Informação e Comunicação da Universidade de Aveiro

2. Publicação em contexto académico: OJS na prática

Este workshop pretende abordar de forma prática a publicação de revistas científicas no contexto das instituições de ensino superior a partir do processo editorial da ferramenta Open Journal System (OJS). Serão introduzidos os diferentes contextos de aplicação deste sistema de gestão e publicação de revistas científicas e trabalhadas as fases de submissão, revisão e publicação que compõem o fluxograma processo do OJS. Finalmente serão abordadas algumas formas de promover a publicação para aumentar a sua visibilidade. Com esta oficina prática os profissionais poderão conhecer melhor as potencialidades deste tipo de sistemas e adquirir as ferramentas para planear projetos de publicação em contexto de instituições académicas e de investigação científica.

FormadorBella Nolasco, Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia da Universidade de Aveiro e José Carvalho, Serviços de Documentação da Universidade do Minho

3. Mendeley, uma forma diferente de investigar e de gerir bibliografia

O Mendeley é um gestor de referências bibliográficas gratuito e uma rede social académica, que potencia a colaboração on-line, a descoberta de novas publicações e uma melhor organização da investigação. Para além disto, permite gerar automaticamente listas de referências bibliográficas, criar grupos de investigação com partilha de ficheiros, importar comodamente toda a biblioteca de referências bibliográficas de outros softwares e pesquisar num catálogo com milhões de referências. Assim, neste workshop procurar-se-á apresentar esta ferramenta e explorar todas as suas possibilidades.

Formador: Jorge Sinval, Universidade do Porto

4. Novos ambientes de aprendizagem: PLE, MOOCs e Mobile learning

Workshop dedicado a explorar os novos ambientes de aprendizagem, a partir de exemplos e aplicações práticas, conhecendo mais e melhor sobre as implicações institucionais no ensino superior dos “PLEs – Personal Learning Environment”, “MOOCs – Massive Open Online Course” e Mobile learning.

Formador: Lina Morgado, Maria João Spilker e Paula Silva, Universidade Aberta.

5. Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecas

O mote para o workshop é a necessidade de compreender o papel que as bibliotecas têm hoje que desempenhar no domínio dos dados científicos produzidos pelas instituições de investigação e ensino superior. Com base neste referencial, serão trabalhados de forma integrada os seguintes tópicos: etapas da gestão de dados científicos, ciclo de vida dos dados científicos, criação de conjuntos de dados científicos, metadados e repositórios de dados científicos. Pretende-se assim traçar uma visão geral dos principais campos de compreensão e intervenção dos profissionais e bibliotecas.

Formador: Pedro Príncipe, Serviços de Documentação da Universidade do Minho (OpenAIREplus)

6. Para onde evoluem os Sistemas de Gestão Integrada de Bibliotecas: dos formatos à nuvem.

Neste Workshop serão exploradas as tendências atuais associadas aos sistemas integrados de gestão de bibliotecas e OPACs. A partir das alterações no paradigma de informação, serão trabalhadas as vertentes de tecnologia de trabalho e armazenamento na nuvem, SasS (Software as a Service), o paradigma “Open” e interoperabilidade, com foco nas alterações associadas aos processos de integração, enriquecimento e partilha de dados.

Formador: Filipe Bento, Universidade de Aveiro