Arquivo Municipal de Montemor - o - Novo

Você está aqui Início  > Arquivos Municipais >  Arquivo Municipal de Montemor - o - Novo
Item da imagem

HISTÓRIA:O Arquivo camarário que constitui o núcleo principal deste serviço público, formou-se, no fim da Idade Média, nos antigos Paços do Concelho, localizados dentro das muralhas e daí transitou para o Senado municipal construído no século XVIII no Terreiro do Poço Tapado (hoje largo dos Paços do Concelho).

O conjunto documental foi enriquecido no século XIX com a entrada dos fundos das Câmaras de Lavre e Cabrela, extintas com a reforma liberal. Entretanto já nos anos 30 do século XX numerosos e valiosos documentos são furtados e vendidos (entre eles o Foral de Leitura Nova de 1503). Com a reconstrução dos Paços do Concelho, nos anos 60, o Arquivo foi removido para o Cine Teatro Curvo Semedo, perdendo-se em parte devido às condições de transporte e acondicionamento a que foi sujeito.

A organização deste património documental a titulo definitivo realizou-se a partir de 1982, assistindo-se à incorporação de outros acervos como a Misericórdia de Lavre, Juntas de Freguesia de Cabrela e Lavre e ainda de documentação Camarária mais recente.
O Arquivo Histórico Municipal entrou em funcionamento em 1983 nas instalações do Antigo Convento de S. João de Deus, partilhando esse espaço com a Biblioteca Municipal.

A assinatura do acordo de colaboração entre a Câmara Municipal de Montemor – o – Novo e o Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo com vista à integração do Arquivo Municipal de Montemor – o – Novo na Rede de Arquivos Municipais, permitiu a recuperação e adaptação do edifício da antiga Cadeia Civil – construída na década de 30 do século XX.
Em 2008 o Arquivo Municipal transferiu-se para este edifício.

Integrado no Arquivo encontra-se também o projeto CDARA – Centro de Documentação e Arquivo da Reforma Agrária, projeto que integra o Arquivo da Reforma Agrária, constituído por fundos documentais provenientes de Unidades Coletivas de Produção de todo o Alentejo e Ribatejo, Sindicatos Agrícolas, Conferências da Reforma Agrária e outras entidades de apoio ao movimento da Reforma Agrária.
Este conjunto documental reunido por iniciativa do município e por oferta dos respectivos detentores, destina-se a salvar do desaparecimento arquivos empresariais nos quais poderão ser estudadas as formas de organização, a actividade económica, as relações sociais e outras vertentes do período da história da região em que ocorreu a Reforma Agrária.
E ainda um Centro de Documentação que reúne diversos materiais desde livros, fotografias, vídeos, cartazes, jornais, entre outros, que documentam este período.

O Arquivo Municipal é ainda responsável pelo Arquivo Intermédio do município, que acondiciona e disponibiliza os documentos de carácter administrativo que serão posteriormente avaliados de acordo com a Portaria que os regulamenta.

Em simultâneo dispõem também de um Arquivo Fotográfico que trata e acondiciona documentos em suportes especiais, permitindo a salvaguarda da memória visual do concelho.

O Arquivo Municipal de Montemor – o – Novo é um serviço público que tem por missão recolher, avaliar, organizar, conservar, e divulgar, tornando acessível toda a documentação/informação produzida pelo Município ou proveniente de diversas instituições públicas e privadas, incorporada a titulo de depósito provisório ou definitivo.

Compete-lhe contribuir para a valorização e divulgação de todo este património documental de interesse cultural e histórico que se encontra sob custódia da autarquia e que representa um esteio da memória e identidade coletiva do concelho.

ACERVO ARQUIVÍSTICO

Fundos e coleções que o Arquivo dispõe:
– Câmara Municipal de Montemor – o – Novo – 1443 – 2017
– Administração do Concelho de Montemor – o – Novo – 1838 -1958
– Celeiro Comum de Montemor – o – Novo – 1717 – 1921
– Câmara de Cabrela – 1763 – 1849
– Câmara de Lavre – 1709 – 1849
– Junta de Freguesia de Cabrela – 1649 – 1929
– Junta de Freguesia de Lavre – 1813 – 1896
– Corporações Religiosas – 1726 – 1928
– Misericórdia de Lavre – 1536 – 1935
– Notários – 1573 – 1855
– Juízo dos Órfãos – 1581 – 1828
– Asilo Montemorense da Infância Desvalida – 1876 – 1969
– Arquivo Fotográfico

Fundos do Arquivo da Reforma Agrária:

– UCP Avante 25 de Abril – 1975-1991
– UCP Monte da Unidade – 1976-1990
– UCP 1º de Setembro/Vitória de setembro – 1975-1991
– UCP Águas Belinhas – 1975-1990
– UCP Sol Nascente – 1975-1992
– UCP Resistência Popular – 1975-1999
– UCP 1918 – 1974-1995
– UCP de Cabrela – 1975-1995
– UCP de Cabrela – 1975-1995
– UCP Resistência – 1975-1989
– UCP Água de Lupe – 1975-1997
– UCP Vasco Gonçalves – 1975-1995
– UCP Muralha de Aço – 1975-1995
– UCP de Aguiar – 1975-1993
– UCP Maria Machado – 1975-1992
– UCP José Adelino dos Santos – 1975-1989
– UCP 25 de Abril – 1976-1993
– UCP Pedro Soares -1975-1993
– UCP Tempo é Dinheiro – 1975-1991
– UCP Progressistas do Divor – 1978-1991
– UCP Julhoito – 1978-1990
– UCP 23 de Setembro – 1975-1992
– UCP Juventude da Boa Fé – 1975-1994
– UCP A Luta é de Todos – 1975-1997
– UCP 14 de Outubro – 1975-1990
– UCP S. Bartolomeu do Outeiro – 1975-1995
– UCP S. Joaquim do Sabugueiro – 1975-1997
– UCP Unidade de Ponte Sor – 1975-1990
– UCP Rainha do Sul – 1975-2006
– UCP S. Brás do Regedouro – 1975-1994
– UCP Liberdade da Alcácer do Sal – 1976-1992
– UCP 12 de Maio – 1975-1989
– UCP Terra de Catarina – 1974-1999
– UCP Estrela do Sul – 1975-1991
– UCP Amante Ribeira de Longomel – 1976-1997
– UCP Nossa Senhora da Esperança – 1975-1998
– UCP de Safira – 1975-1996
– UCP Comenda de Santa de Santa Justa – 1975-1999
– UCP Salvador Joaquim do Pomar – 1975-2003
– UCP 6 de Agosto – 1975-1999
– UCP de S. Manços – 1975-2003
– UCP Povo Alcaçovense – 1974-2004
– UCP Flor do Alentejo – 1974-2000
– UCP Flor da Figueira – 1977-1995
– UCP das Brotas – 1975-2001
– UCP 5 de Outubro – 1975-2001
– Sindicato dos Trabalhadores Agrícolas do Distrito de Portalegre – 1975-1991
– Sindicato dos Trabalhadores Agrícolas do Distrito de Évora (delegação Montemor – o – Novo) – 1986-1993
– Sindicato dos Trabalhadores Agrícolas do Distrito de Évora – 1977-1986
– Sindicato dos Trabalhadores Agrícolas do Distrito de Beja – 1974-1990
– Secretariado das UCPs de Montemor- o – Novo – 1975-1991
– Conferências da Reforma Agrária – 1974-1989
– Centro de Trabalho do PCP de Montemor – o – Novo – 1974-1993
– Encontro de culturas – 1978-1986
– Centro Regional da Reforma Agrária – 1975-1978
– Cooperativa de Consumo de Aguiarense – 1984-1992
– Cooperativa de Consumo SILSAD – Silveiras – 1977-1996
– Cooperativa de Consumo Agricultor Sorraia – 1984-1991
– Cooperativa de Consumo dos Baldios – 1991-1996
– Cooperativa de Consumo Liberdade da Boa Fé – 1976-1977
– Cooperativa de Comercialização Dinis Miranda 1990-1992
– Unidade Comercialização do Redondo – 18 de Abril – 1979-1994
– Unidade de Comercialização das UCPS e Cooperativas Agrícolas – 1977-2011
– Grémio da Lavoura de Ponte Sor – 1935-1977

 


Instrumentos de pesquisa


Serviços

            • Sala de leitura/Acesso – Sala de leitura aberta ao público no horário indicado dispondo de:
              – Biblioteca de apoio com obras de referência;
              – Instrumentos de descrição documental (Guia, Inventário, Índices, Catálogo)/acesso à pesquisa online- Centro de Documentação da Reforma Agrária;
              – Acesso a informação diversificada mediante a consulta de monografias, jornais, fotografias entre outros;
              – Livraria Municipal;
              – Venda de edições municipais;
              – Wifi.

           

          • Reprodução de documentos – Reprodução de documentos (fotocópia, digitalização) de acordo com o Regulamento interno.

           

          • Serviço Educativo – Projeto educativo definido anualmente com ações destinadas à comunidade escolar;
            – Promoção de diversas atividades destinadas à comunidade em geral;
            – Exposições itinerantes, conferências, colóquios, encontros;
            – Sala de exposições a qual acolhe uma exposição temporária;
            – Visitas guiadas.

           

          • Outros serviços disponibilizados – Apoio arquivístico a entidades do concelho;
            – Protocolos de colaboração entre instituições;
            – Colaboração na edição da Revista de Cultura Almansor.

      Regulamento

      Disponível em:http://www.cm-montemornovo.pt/pt/site-viver/cultura/PublishingImages/Paginas/Arquivo-Municipal/Regulamento.pdf


O nosso endereço

Endereço:
Largo de S. Francisco 7050 - 160 Montemor - o - Novo
Telefone:
266898110
arquivo@cm-montemornovo.pt
Web:
http://www.cm-montemornovo.pt/pt/site-viver/cultura/Paginas/Arquivo-Municipal.aspx

Horário de abertura

Segunda:
10h - 12h30 / 14h - 18h
Terça:
10h - 12h30 / 14h - 18h
Quarta:
10h - 12h30 / 14h - 18h
Quinta:
10h - 12h30 / 14h - 18h
Sexta:
10h - 12h30 / 14h - 18h
Sábado:
Encerrado
Domingo:
Encerrado

Técnico responsável: Idalete Lebre

Deixar uma revisão

Avaliação global

Comentários fechados