Publicada finalmente a lei orgânica da Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas

Através do Decreto-Lei nº 103/2012, de 16 de Maio, foi publicada a orgânica da Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas,  resultante da fusão entre a DGLB e a DGARQ, às quais sucede quase integralmente nas respectivas atribuições, visto que apenas não inclui as da Biblioteca Pública de Évora.

Na generalidade, parece pretender seguir o anterior modelo espanhol, o qual recentemente sofreu, porém, uma grande alteração no que se refere ao sector Livro.

Esta nova estrutura, integrada na Presidência do Conselho de Ministros, será dirigida por um director-geral, coadjuvado por três sub-directores-gerais, e terá oito directores de serviço.

Sobre o Autor

Maria José Moura