Publicado e em distribuição um novo número do Cadernos BAD

Concretizando uma das grandes apostas do atual Conselho Diretivo Nacional da BAD e correspondendo às expectativas de muitos dos seus associados, o sector editorial retomou a publicação dos “Cadernos BAD”, revista que não saía há mais de 3 anos. Nesse âmbito, depois de no ano passado ter sido possível editar um novo número – 1/2 de 2009/2010, encontra-se já em distribuição mais um volume dos CADERNOS.

Apesar das limitações financeiras com que a BAD se debate, foi firme a intenção deste CDN em manter a regularidade da publicação dos CADERNOS, embora nos tempos mais próximos a sua periodicidade tenha que ser anual. Foi assim concretizado o objetivo para o corrente ano, de editar pelo menos um número, garantindo a periodicidade na edição da revista da BAD.

 

Editorial – nº1/2, 2011

Numa época em que o quotidiano é fortemente marcado pela comunicação, este número de Cadernos BAD publica os trabalhos apresentados na conferência que decorreu na Biblioteca Municipal da Batalha, no dia 22 de outubro de 2010, que teve como tema “As Redes Sociais e as Bibliotecas: Novos Paradigmas, Novos Leitores”.

Apesar de a conferência ter decorrido em 2010, são bem atuais as questões levantadas por estas comunicações: em que medida as bibliotecas beneficiarão das Redes Sociais? Será que as redes sociais permitem às bibliotecas alcançar, facilmente e de forma eficaz, outros públicos e diferentes? Como construir a mensagem em canais como o Facebook, o Hi5 ou o Flickr? O tema foi atualizado com um texto de Paulo Leitão sobre os Wikis, onde é analisada a importância da gestão de conteúdos numa relação com os utilizadores das bibliotecas.

E, porque hoje em dia um dos temas da atualidade é o papel social da biblioteca – que será também um dos temas do Congresso da BAD em outubro – partilhamos consigo uma tomada de posição da EBLIDA: Bibliotecas – Pólos Culturais de Informação e Inspiração.

Do universo dos arquivos apresentamos-lhe duas faces desse universo. Uma face que nos é dada pelos profissionais diretamente envolvidos, com dois artigos que nos dão uma visão bastante completa das principais questões que se colocam à atual rede nacional de arquivos e qual o contributo da DGARQ para a consolidação e desenvolvimento dessa rede. A outra face é-nos dada pela perspetiva do utilizador, com um testemunho do jornalista Joaquim Furtado Em Louvor dos Arquivos, apresentado na Cinemateca Nacional, no dia 27 de outubro de 2011, numa sessão organizada conjuntamente pelo Centro Nacional de Cultura e pela BAD para comemorar o Dia Mundial do Património Audiovisual, proclamado pela UNESCO.

A completar esta edição, uma recensão crítica sobre o último número editado pela revista «Páginas a&b», e ainda um in memoriam em que se evoca uma colega de Espinho, Beatriz Matos Fernandes, arquivista apaixonada, de quem os colegas recordam a incansável vitalidade, o entusiasmo e, sobretudo, o profissionalismo.

Recuperado o atraso da publicação e mantendo a intenção de assegurar a sua edição com elevados níveis de qualidade, está aberto o período para recepção de colaborações para o próximo nº de 2012 (contactar editorial@bad.pt).

Sobre o Autor

editorial@bad.pt