Lançamento do livro “Literacia da informação em contexto universitário” – 7 e 13 de dezembro de 2016

Será realizado nos próximos dias 7 e 13 de dezembro o lançamento do livro “Literacia da informação em contexto universitário”. Estão previstas as seguintes apresentações:

ISPA – Instituto Universitário, dia 7 de Dezembro,   18h (Sala de Atos), apresentação dos Professores: Patrícia Rosado Pinto e José António Calixto.

Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Lisboa – IPL , dia 13 de Dezembro (auditório), 14h30, apresentação Professora Manuela Barreto Nunes.

A falta que nos fazia um livro como este! No ensino superior, não apenas os bibliotecários, mas também muitos docentes e responsáveis pedagógicos e científicos vêm-se interrogando sobre as melhores formas de contribuir para o desenvolvimento de competências em literacia da informação nos estudantes dos vários ciclos de ensino, ou de dinamizar e actualizar os conhecimentos de docentes e investigadores. Confrontados com literatura sobretudo de origem anglo-saxónica e alguma dos países latino-americanos de língua espanhola, os profissionais portugueses não encontravam respostas que situassem numa cultura e num contexto educativo e organizacional específicos as exigências de reflexão e acção no campo das literacias, entendidas como elementos essenciais da aprendizagem e da investigação numa sociedade que há quase 20 anos Castells baptizou de informacional.

Pois a partir de agora já temos acesso a uma obra de excelência, criada por uma equipa de bibliotecários e investigadores portugueses e espanhóis. Literacia da informação em contexto universitário traz para a realidade nacional uma área de suma importância social e educativa, sobre a qual torna possível, pela primeira vez, ler extensivamente no idioma materno. Com uma aproximação científica e didáctica à matéria, a obra apresenta-se dividida em três partes, cada uma com dois capítulos, começando por nos situar no conceito através da apresentação de modelos, instrumentos e avaliação de competências, continuando através da exemplificação de casos nacionais de boas práticas na integração da literacia da informação nos curricula académicos e concluindo com uma fecunda discussão sobre as tendências e expectativas para a literacia da informação em contexto universitário. No final, o leitor encontrará um extenso e detalhado glossário, que constitui um inestimável contributo para clarificar conceitos e sistematizar terminologia na língua portuguesa, e ainda uma lista com recursos de internet em acesso aberto que permitirão explorar e aprofundar o tema. Realce-se, para além do cuidado posto na escolha dos autores do Prólogo e do Prefácio (José Antonio Cordón García e Patrícia Rosado Pinto), a impecável organização do livro, que espelha de forma exemplar os preceitos da literacia na apresentação da informação, que até nesse aspecto formal poderá ser utilizado como modelo.

Estamos perante um trabalho de seriedade e rigor inquestionáveis, produzido simultaneamente a partir da prática e de estudos desenvolvidos no âmbito da linha de investigação em Literacia da Informação do Grupo de Investigação em Psicopatologia, Emoções, Cognição e Documentação do ISPA, e desenvolvido em resposta às preocupações e recomendações do Grupo de Trabalho das Bibliotecas do Ensino Superior da BAD, evidenciadas nos II e III Encontros Nacionais, realizados em 2013 e 2016.

Aprendemos sobre conceitos e modelos, mas também sobre o comportamento informacional e os processos de aprendizagem dos estudantes, sobre diferentes estratégias, de eficácia comprovada, de integração da literacia da informação nos curricula, e somos colocados perante abordagens racionais e contextualizadas a desafios e tendências que afectam já o papel e a actuação das bibliotecas no ambiente académico. Conceitos como o de “bibliotecário integrado” ou “prática baseada na evidência” entrarão certamente na linguagem dos profissionais, e uma redobrada atenção aos utilizadores, sejam eles estudantes, docentes ou investigadores nascerá sem dúvida da leitura deste precioso livro, que se espera seja apenas o primeiro de muitos da equipa que o concebeu e redigiu, bem como sobre a matéria abordada, demonstrada que fica a sua fecundidade.

Manuela Barreto Nunes (Univ. Portucalense)

Sobre o Autor

editorial@bad.pt