I Encontro Nacional de Bibliotecas Públicas para o Desenvolvimento Sustentável

Decorreu no passado dia 10 de Fevereiro o I Encontro Nacional de Bibliotecas Públicas para o Desenvolvimento Sustentável promovido pelas Bibliotecas Municipais de Loures.

Tendo em especial atenção o papel fundamental que as bibliotecas públicas portuguesas têm assumido para a construção de sociedades informadas, participativas e inclusivas e considerando que existe uma urgência em sistematizar procedimentos e projetos, contribuindo inequivocamente para a sua visibilidade nacional e internacional, este encontro afirmou-se como ponto de partida para a união de esforços visando a inclusão das bibliotecas nos planos de desenvolvimento para a Agenda 2030.

A estrutura do encontro permitiu, no decorrer do painel da manhã, o contacto com projetos de bibliotecas municipais diretamente relacionados com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e no decorrer da mesa redonda uma partilha de diferentes perspetivas entre bibliotecas, emprego, saúde, missão social e desenvolvimento comunitário.

 

Os três eixos fundamentais sobre os quais assentou este primeiro encontro foram assim cumpridos:

  1. Apresentações de projetos no seio das bibliotecas públicas e que se relacionassem com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 em termos de pertinência, adequação e variedade.
  2. Participação de associações e entidades públicas que pudessem contribuir para a continuidade do debate a nível nacional sobre desenvolvimento sustentável no seio do trabalho a desenvolver pelas bibliotecas – Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas e Direção Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas.
  3. Colaboração de outras entidades na área do emprego e saúde e que pudessem contribuir para a alavancagem de novas parcerias e estratégias para os ODS no seio das bibliotecas.

O esforço de compilar informação sobre projetos, sistematizá-los em torno da Agenda 2030 e devolver à IFLA esta informação, dando assim visibilidade a todo o trabalho que é desenvolvido pelas bibliotecas públicas em Portugal, é o novo desafio que se coloca!

Contamos agora com o contributo de tod@s!

O encontro alcançou todas as expectativas e encheu o auditório da Biblioteca Municipal José Saramago em Loures. Assim, para todos aqueles que não tiveram oportunidade de estar connosco neste dia, viabilizamos o acesso de apresentações para as quais tivemos permissão dos autores:

E não esquecendo que a sustentabilidade ambiental é também um dos indicadores para a Agenda 2030, sugerimos que no âmbito do Prémio das Bibliotecas Verdes da IFLA possa refletir sobre se a sua biblioteca dispõe de algum projeto que pretenda submeter a concurso.

Esta submissão poderá ter várias formas de apresentação e o prémio incluí 500 euros patrocinados pelo De Gruyter Saur para além do reconhecimento mundial.

O vencedor será anunciado no Congresso da IFLA, este ano em Wroclaw – Polónia.

Consulte mais Informação:

http://www.ifla.org/node/11207?og=479

As propostas deverão ser enviadas até 30 de Abril para o seguinte endereço:

Dr. Petra Hauke, ENSULIB secretary

Hochkalterweg 3a

D-12107 Berlin, Germany

E-mail: petra.hauke@hu-berlin.de

Sobre o Autor

Zélia Parreira