CAPACITAR #2

A Biblioteca da Faculdade de Psicologia e do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa promove o 2º Capacitar – Bibliotecas Universitárias e Literacias. De 3 a 5 de maio decorrerão um ciclo de debates e outras actividades, em torno da arte e da criatividade enquanto competências de capacitação (a partir da literatura, fotografia, educação, psicologia), e abertos à comunidade académica, profissional e ao público em geral.

A entrada é livre, o programa resumido segue mais abaixo e, no final, encontra-se um link para o programa completo.

 

PROGRAMA

Dia 3 maio | Ler para além da leitura

17h00: Palestra Leituras em contexto terapêutico – projeto Poesia Presa por Miguel Lamas

18h00: Atividade: Duas de Letra – Grupo de Leitores da FP e IE, discussão do livro Uma dor tão desigual, com Nuno Camarneiro (autor e coordenador da obra, editada com o apoio da Ordem dos Psicólogos)

Neste dia o intuito é refletir sobre os efeitos terapêuticos da literatura e de como pode a leitura revelar a condição humana, particularmente no âmbito da saúde mental. O projeto Poesia Presa acontece no Estabelecimento prisional de Lisboa, com uma comunidade terapêutica em que um grupo de reclusos explora a espontaneidade de dizer palavras através da poesia. O livro cuja partilha se realiza no âmbito do grupo de leitura da biblioteca resulta de um desafio feito a oito autores portugueses para que explorassem as fronteiras múltiplas e ténues que definem a saúde psicológica e o que dela nos afasta.

Dia 4 maio | Criar pontes com a arte

17h00: Mesa redonda com Sandro Resende (diretor artístico do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa – CHPL, Diretor da Associação P28) e Joana Baptista (Psiquiatra)

18h00: Atividade: Contos do Inconsciente (Cláudia Fonseca, Contabandistas de Estórias e Psicóloga Clínica)

No segundo dia propõe-se uma abordagem à arte como parte do processo terapêutico, contando-se para tal com a partilha das experiências de Sandro Resende e de Joana Baptista, sendo que ambos abordarão a relação arte/saúde mental. O projeto Contos do Inconsciente chega-nos pela voz de Cláudia Fonseca, contadora e psicóloga clínica, e alia a literatura de tradição oral a histórias relacionadas com a nossa mente.

Dia 5 maio | Aprender, ensinar, criar

17h00: Mesa redonda Entre Arte e Educação — Adriana Pardal (Programa Descobrir, 10×10, FCG) e Ana Luísa Paz (docente no Doutoramento em Educação Artística no Instituto de Educação, ULisboa)

18h00: Debate Aprender, ensinar, criar – Guilhermina Miranda (Professora Auxiliar no Instituto de Educação, ULisboa) e Ana Cristina Silva (autora, Professora Auxiliar no ISPA)

O programa encerra com a partilha de experiências sobre o ensino, as competências em literacias múltiplas, a aprendizagem e as capacidades criativas que conferem. Na primeira mesa redonda reflecte-se sobre o programa da Gulbenkian centrado na Educação pela Arte, colocando-se o enfoque na importância da aprendizagem dentro e fora da academia e no potenciar do espírito crítico em torno da arte. Na segunda mesa redonda o desafio é debater-se a arte de ensinar como caminho para a criação e de como esta pode influenciar o ensino.

 

Mais informações e o programa completo em https://capacitarbibliotecas.wordpress.com/ – Entrada livre, sujeita à lotação da sala

Sobre o Autor

editorial@bad.pt