II Conferência do Grupo de Trabalho Sistemas de Informação em Museus

6 de novembro de 2017 | Universidade de Évora

Sala 131 (Anfiteatro) Colégio do Espírito Santo

A gestão de informação nos museus: uma visão integradora?

O Grupo de Trabalho Sistemas de Informação em Museus da BAD procura pensar o Museu como um centro dinâmico de produção de conhecimento, ao assumir o objeto de museu como documento  e o acervo da instituição museológica, existente nas Reservas, Arquivo, Biblioteca ou Centro de Documentação como um todo unitário nas suas inter-relações informacionais.

Esta visão integradora do acervo do Museu implica um maior enfoque nas potencialidades informativas desse acervo, contribuindo assim, para uma mais eficiente gestão de toda a informação sobre património produzida em contexto museológico.

Para esta visão integradora contribui não só o trabalho conjunto e pluridisciplinar dos profissionais de informação (museólogos, bibliotecários e arquivistas), mas também a construção de um eficiente sistema de informação que permita gerir a quantidade e a diversidade de informação que atualmente é produzida nas instituições museológicas, integrado na planificação e programação museológica de cada instituição com normas e procedimentos definidos no âmbito do processo de documentação, entre outros aspetos.

Os profissionais entenderam a natureza polissémica do objeto enquanto portador de informação e a necessidade de compilar elementos sobre a sua história e enquadramento antes e depois de ingressar em contexto museológico. Influenciados pelo rápido desenvolvimento das tecnologias aplicadas ao património, os sistemas de documentação evoluíram para sistemas de informação capazes de estabelecer relações entre objetos do acervo museológico e entre este e outros acervos existentes no museu, enriquecendo a informação disponibilizada, a interpretação e o conhecimento que é partilhado.

A realização desta II Conferência tem assim como propósito apresentar o trabalho do Grupo que tem sido desenvolvido em prol da reflexão destas problemáticas, bem como potenciar a discussão sobre as mesmas com o contributo de outras intervenções.

O programa contará ainda com a realização de uma Mesa Redonda onde se discutirão os resultados do Diagnóstico aos Sistemas de Informação em Museus, promovido pelo GT-SIM, cujos resultados foram divulgados em Maio de 2017.

Programa

09.00h – Acolhimento dos participantes e entrega de documentação

09.30h – Sessão de abertura com representantes do GT-SIM, da BAD e do CIDEHUS/UÉVORA

Sessão da manhã (moderação de Conceição Serôdio)

10.00h – Arquivos são coleções e coleções são arquivos por Marta Lourenço (Museu Nacional de História Natural e da Ciência/CIUHCT, Universidade de Lisboa)

10.20h – Museus e património em Portugal: reconhecer a importância e as especificidades dos inventários e da documentação, (re)pensar prospectivamente os sistemas de informação por Graça Filipe (IHC-FCSH-NOVA)

10.40h – A gestão de informação no Museu de Mértola: como ultrapassar a barreira do “ponto zero”? por Lígia Rafael (Museu de Mértola)

11.00h – Debate

11.30h – Pausa para café

11.45h – Apresentação de comunicações pelo GT-SIM

Guias técnicos de implementação da norma SPECTRUM – um apoio essencial por Alexandre Matos

Cataloging Cultural Objects – o manual de referência e de normalização na descrição de objetos e coleções nas Instituições de Memória por Cristina Cortês e João Pinto

Os vocabulários controlados na organização e gestão do património cultural: orientações práticas por Natália Jorge

12.30h – Visita ao Museu de Évora

13.30h – Pausa para almoço

Sessão da tarde (moderação de Maria José de Almeida)

15.00h – Apresentação de comunicações pelo GT-SIM

Os sistemas de informação nos museus portugueses – a perspetiva da integração a partir dos dados do Diagnóstico por Jorge Santos

15.15h – Mesa redonda A gestão da informação nos museus portugueses: uma visão integradora?

Maria de Jesus Monge (Museu Biblioteca da Casa de Bragança)

Marco Lopes (Museu Municipal de Faro)

Francisco Amado Rodrigues (Biblioteca e Coleção Visitável da Academia Militar)

Cármen Almeida (Divisão de Cultura e Património da Câmara Municipal de Évora)

Maria Manuel Velasquez Ribeiro (Museu de Angra do Heroísmo)

Virgílio Hipólito Correia (Museu Monográfico e Ruínas de Conimbriga)

17.00h – Sessão de encerramento (conclusões) com representantes do GT-SIM, da BAD e do CIDEHUS/UÉVORA

 

A inscrição na Conferência é gratuita, mas obrigatória. (formulário de inscrição). Participe!

Parceria: Universidade de Évora / CIDEHUS

Apoios: Direção Regional de Cultura do Alentejo e Fundação Eugénio de Almeida

 

Sobre o Autor

Grupo de trabalho BAD de Sistemas de Informação em Museus

Deixe um Comentário




Pretende associar uma imagem ao seu comentário, crie uma em Gravatar.