Orçamento Participativo Portugal: projetos de Bibliotecas e Arquivos

Começou no passado dia 11 de junho, o período de votação das propostas aceites ao Orçamento Participativo Portugal (OPP) 2018. De entre os 694 projetos selecionados para a votação, destacamos 9 por se tratarem de propostas apresentadas na área das bibliotecas e dos arquivos.

Os cidadãos podem votar através do portal do OPP ou através de SMS gratuito. Cada cidadão terá direito a dois votos, um para projetos de âmbito territorial e um para projetos de âmbito nacional.

Gostaríamos por isso de apoiar a divulgação destes projetos e apelar ao voto dos profissionais da área BAD!

 

#43
Disponibilização dos Arquivos Históricos das Associações

#46
Centro Nacional da Documentação Associativa

#47
Salvaguarda de arquivos de colectividades do Algarve

#78
ELIVRO onde quiser – plataforma nacional de leitura digital

#79
RIBBSE: em rede nunca lemos sós!

#80
Catálogo Bibliográfico comum da Rede Intermunicipal de Bibliotecas do Baixo Alentejo

#185
(Re)unir memóri@, (re)cri@r futuro

#245
Arquivo de Memória

#259
Promover a Digitalização e Exposição ao público do Espólio do Arquivo Histórico Ultramarino

 

O OPP é um processo democrático deliberativo, direto e universal, através do qual as pessoas apresentam propostas de investimento e que escolhem, através do voto, quais os projetos que devem ser implementados em diferentes áreas de governação. Através do OPP as pessoas podem decidir como investir 5 milhões de euros.

O OPP abrange a totalidade do território português, integrando grupos de propostas de âmbito territorial diferenciado: 1 de âmbito nacional; 1 por cada uma das áreas das NUT II (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, Algarve); 1 por cada Região Autónoma.

Estes grupos de propostas não concorrem entre si, tendo cada um deles a sua dotação financeira. Cada região do país terá sempre assegurada a existência de projetos vencedores do OPP no seu território.

Podem participar no OPP todos os cidadãos nacionais com idade igual ou superior a 18 anos, apresentando propostas e votando nos projetos da sua preferência.

Sobre o Autor