Resultados da 4ª edição do Prémio Boas Práticas em Bibliotecas Públicas Municipais promovido pela DGLAB

Após análise das candidaturas à 4ª edição do Prémio Boas Práticas em Bibliotecas Públicas Municipais, promovido pela DGLAB desde 2014, foi decisão do júri não atribuir o Prémio a nenhum dos 31 projetos apresentados. Por unanimidade, o júri considerou que nenhuma das candidaturas configuravam verdadeiras boas práticas em bibliotecas públicas, inovadoras e passíveis de replicação a baixos custos.

No entanto, atribuiu quatro menções honrosas, destacando que a maioria dos projetos, apesar de meritórios, correspondem a atividades regulares, apresentam elevados custos de execução e/ou têm pouca capacidade de replicação.

As quatro Menções Honrosas, que serão entregues em data a anunciar, respeitam aos seguintes projetos:

Maratona de Leitura – 24 Horas a Ler“, da Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes, Sertã.
O projeto, com um vasto conjunto de objetivos, consiste na promoção de um evento diferenciador, motivando a população para a leitura através do desafio da leitura em voz alta ao mesmo tempo que pretende promover a valorização socioeconómica da região facilitando o acesso a diferentes formas de expressão cultural e contribuir para a coesão territorial através do envolvimento da comunidade.
https://www.maratonadeleitura.pt/

Os 10 temas de Ciência do Ano. Ciclo de conferências de divulgação científica“, da Biblioteca Municipal de Beja – José Saramago.
O projeto consiste num ciclo anual de conferências com o objetivo de proporcionar uma oportunidade de conhecer, descobrir ou atualizar temas científicos relevantes no mundo atual, num ambiente de curiosidade e descoberta, cujo público alvo abrange não só as crianças, como os jovens e os adultos.
https://www.facebook.com/events/1502632193198335/

Ciência P’ra que te Quero“, da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, Braga.
O projeto corresponde a um conjunto de atividades hands-on implementadas na Biblioteca que decorrem num espaço “entre livros” e que pretende que as crianças envolvidas possam constatar a relevância das diferentes ciências, da sua ligação às artes e às letras, e melhor compreenderem o mundo em que vivem. As atividades têm o foco no Ambiente e na sua Sustentabilidade, dando resposta ao cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos pela ONU (2015). Simultaneamente, no ano de 2018, por se tratar do Ano Europeu do Património Cultural, o projeto associa ao primeiro grande objetivo um outro que promove ligações entre o Ambiente e o Património.
https://www.facebook.com/escoladecienciasuminho/photos/a.394688152792/10154222873787793

Vidas e Memórias de Bairro: oficinas comunitárias de memória“, das Bibliotecas Municipais de Lisboa.
Projeto sociocultural dirigido à população idosa com o objetivo de recuperar, perservar e divulgar histórias de vida, vivências e memórias importantes sobre os bairros e freguesias de Lisboa.
http://blx.cm-lisboa.pt/fotos/gca/apresentacao_vmbocm_10353280135aa7a46a870d5.pdf

Autor: DGLAB

Sobre o Autor

editorial@bad.pt