Juntos fazemos mais e melhor em prol da comunidade e da informação

Há quanto tempo é associada da BAD?
Creio que desde 1993 ou 1994, altura em que terminei a especialização em Ciências Documentais e iniciei funções no Arquivo Distrital de Viana do Castelo

Em três adjetivos como tem sido esta “relação”?
Duradoura, proveitosa e em constante construção

Numa frase, como convenceria alguém a associar-se à BAD?
Juntos fazemos mais e melhor em prol da comunidade e da informação

Como associada, o que a BAD ainda não tem para lhe oferecer?
Promoção de forma mais ativa e efetiva da investigação na área da ciência da informação e
documentação, através da criação de bolsas de apoio financeiro a investigadores

Que mensagem gostaria de deixar aos novos profissionais relativamente ao associativismo?
Uma associação profissional deve empenhar-se em promover a construção de pontes entre os seus associados e fomentar a partilha de conhecimento, de ideias e de experiências. Deve igualmente empenhar-se em apontar caminhos de futuro. Deve estar atenta à situação profissional dos seus associados, pugnar pelos seus interesses e dar orientação e apoio a quem o solicite.

Nota Biográfica 
Maria Clotilde de Mendonça Amaral, nasceu em 7 de novembro de 1966 na freguesia de Oeiras e São Julião de Barra. É licenciada em Ciências Históricas pela Universidade Portucalense e pós-graduada em Ciências Documentais, opção de Arquivo, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
Em 1993, iniciou funções como Técnica Superior do Inventário do Património Cultural Móvel, tendo sido colocada para efeito no Arquivo Distrital de Viana do Castelo. Em 1999 foi integrada no quadro do Instituto Português do Património Arquitetónico e Arqueológico, ficando desde logo destacada no referido Arquivo Distrital. Foi transferida para seu quadro de pessoal ainda nesse ano. Viria a assumir as funções de dirigente da unidade orgânica em outubro de 2008, cargo que mantém até à data.
Desde o ano de 2008 passou a assumir a coordenação do Grupo de Trabalho dos Arquivistas do Alto Minho, representativo da Rede de Arquivos do distrito, mas também aberto a profissionais do distrito de Braga.

Sobre o Autor

editorial@bad.pt