A modelação de processos como ferramenta de apoio à gestão de informação

Marta Brandão, Marta Costa

Resumo


A presente comunicação é uma reflexão sobre o papel da modelação de processos como ferramenta de apoio ao desenho de um modelo de gestão de informação. O caso de estudo apresentado decorre no âmbito de um projeto de modernização administrativa na Câmara Municipal do Porto, no qual a tónica de intervenção foi colocada na identificação dos processos de negócio da organização e nos fluxos de informação decorrentes dos mesmos.

A crescente dependência de infraestruturas tecnológicas e aplicações informáticas variadas tem vindo a promover verdadeiros destroços digitais, para os quais poucos conhecem o caminho da recuperação informacional.Com a consciência desta realidade, a Câmara Municipal do Porto desenhou o projeto cap@CIDADE – Inovar para o Cidadão. O objetivo principal deste projeto é o de desenhar um modelo de gestão da organização que dinamize o Sistema de Informação Ativa e Permanente, com benefícios para o cidadão e para o ator organizacional.

Neste sentido, a estratégia de trabalho consistiu em delimitar três grandes áreas: Quais os processos de negócio? O que se entende por gestão documental? O que é e será a gestão de arquivo? As respostas a estas questões implicaram a constituição de equipas transdisciplinares e multidisciplinares que em conjunto problematizaram sobre conceitos e perspetivas de negócio que, em muitas ocasiões, funcionaram de forma disjunta.

Igualmente, implicou a operacionalização de um trabalho de terreno que envolveu elementos da equipa técnica do projeto em diálogo direto com representantes de cada unidade orgânica do município.


Texto Completo:

ARTIGO PPT

Apontadores

  • Não há apontadores.