Auto-imagem e estereótipo do bibliotecário: um estudo centrado nos profissionais de bibliotecas públicas Portuguesas

Sílvia Isabel Pinto Cardoso, Manuela Barreto Nunes

Resumo


A imagem profissional do bibliotecário, bem como a importância que esta tem sobre a forma como a profissão é perspectivada e tratada pelas respectivas hierarquias, tem sido amplamente debatida, sobretudo pela forte associação a um sem número de estereótipos que marcaram e marcam a sua evolução e desempenho profissional. Este estudo procurou conhecer a auto-imagem dos bibliotecários de bibliotecas públicas em Portugal. Partindo de inquéritos por questionário a 194 profissionais de bibliotecas públicas e, como complemento informativo, recorrendo a entrevistas semi-estruturadas a 10 profissionais de diferentes zonas do território nacional, concluiu-se que o dinamismo e as novas potencialidades das bibliotecas municipais têm vindo a alterar a imagem do bibliotecário, que se sente menos associado ao estereótipo de “rato de biblioteca”. Contudo, sentindo-se ainda incompreendido por uma sociedade que pouco frequenta as bibliotecas, apela e defende a união da classe em prol da divulgação de uma imagem mais ajustada da profissão.

Palavras-chave


Bibliotecas Públicas; Imagem do Bibliotecário; Estereótipo; Bibliotecários em Portugal

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Parceiro institucional:

EBSCO