Facebook como espaço de preservação da memória local: uma análise por meio da Social Media Analytics.

João Pedro Silva de Albuquerque, Célio Santana de Andrade Junior, Fabíola de Souza Queiroz, Paula Wivianne Quirino dos Santos

Resumo


As redes sociais online, tais como o Facebook, estão cada vez mais inseridas na vida cotidiana das pessoas. Nelas são desenvolvidas diversos tipos de atividades por parte de seus usuários, que se apropriam de suas estruturaras como uma forma de extensão de seu mundo offline. Esta apropriação leva ao desenvolvimento de comunidades que tem como finalidade a preservação e compartilhamento de registro da memória local de cidades. Tais comunidades, por estarem presentes no ambiente online, deixam rastros que são passíveis de serem analisados de forma a entender a relação do público com o registro de memória local e o impacto deste tipo de conteúdo. Neste sentido este trabalho pretende usar os conceitos de Social Media Analytics para entender como é a dinâmica de uma página de memória local e o seu impacto enquanto lugar de preservação/compartilhamento dos registros de memória local. Para tanto foi escolhida a página do Facebook “Recife de Antigamente”, que possui um acervo online e audiovisual da cidade brasileira Recife, para a realização de um estudo de caso no período de 01/06/2017 a 30/04/2018.


Palavras-chave


Memória; Redes sociais online; Facebook; Social Media Analytics

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Parceiro institucional:

EBSCO