Heterogeneidade dos acervos da Fundação Casa de Rui Barbosa: um desafio na estruturação da arquitetura da informação para o Repositório Rui Barbosa de Informações Culturais (RUBI)

Ana Ligia Silva Medeiros, Luziana Jordão Lessa Trézze, Andréa Carvalho de Oliveira, Elisete de Sousa Melo, Tiago Leite Pinto

Resumo


A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), que mantém uma diversidade cultural em seus acervos, apresenta a experiência no desafio da estruturação da arquitetura da informação no Repositório Rui Barbosa de Informações culturais (RUBI). Lançado, em julho de 2016, o RUBI tem crescente acesso no âmbito nacional e internacional. A plataforma escolhida para implantação do RUBI é o DSpace, software criado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) e pelo Laboratórios Hewlett-Packard Company. Dentro da FCRB o RUBI se mostra consolidado e com adesão, pois disponibiliza os acervos memoriais arquivísticos, bibliográficos e museológicos, bem como a produção intelectual técnico-científica da Fundação. A pesquisa tem por objetivo apresentar a experiência no desafio da estruturação da arquitetura da informação no RUBI de seus acervos heterogêneos.


Palavras-chave


Fundação Casa de Rui Barbosa; Repositório Rui Barbosa de Informações Culturais; RUBI; Repositório digital

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Parceiro institucional:

EBSCO