Editorial

João Carlos Oliveira

Resumo


O que pode interessar a um profissional da informação e documentação numa publicação da sua área, editada em Portugal?
A divulgação de trabalhos de investigação? A partilha de resultados de trabalhos de campo? O acesso a artigos de opinião? A partilha de boas práticas? As recensões de novidades editoriais?
Os Cadernos BAD tem sido tudo isto, desde 1963, quando ainda publicados em Coimbra, e pelo reconhecimento dessa importante função enquanto veiculo de resposta a necessidades objetivas de divulgação e de transmissão de ideias e experiencias entre os profissionais de informação que a Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas continua a encarar a sua publicação como uma prioridade estratégica e como um compromisso para com os seus associados e para com a comunidade de profissionais em geral.
Com o evoluir da profissão, a transdisciplinaridade impôs-se ao nível da diversidade temática e de abordagem do leque de artigos propostos em cada número. Na mesma medida, o reconhecimento internacional dos Cadernos BAD exerceu uma crescente atraccão em autores não nacionais, com evidente destaque dos falantes da língua portuguesa e, muito expressivamente, de autores brasileiros.
O numero que agora apresentamos e bem elucidativo dessas dinâmicas, e esperamos que a sua leitura contribua para o objectivo ultimo de valorização cientifica, técnica e cultural que se pretende.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Parceiro institucional:

EBSCO