A função preservação no contexto dos repositórios científicos portugueses: estudo comparativo

Maria Eduarda Rodrigues, António Moitinho Rodrigues

Resumo


A preservação e gestão dos documentos é uma das grandes preocupações das instituições de ensino superior (IES). Engloba os documentos de natureza administrativa bem como os documentos produzidos no âmbito das atividades de ensino e investigação, documentos de natureza científica. No contexto das IES foram criados muitos repositórios (RI) que são sistemas de informação que permitem recuperar, armazenar e disponibilizar documentos de natureza científica, em suporte digital, num modelo de acesso aberto. Este trabalho procura contribuir para a compreensão da importância da função preservação no contexto dos RI portugueses. O estudo incidiu sobre os repositórios das IES presentes no portal do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP). Foram analisados 35 repositórios relativamente ao subsistema a que pertencem as respetivas IES, políticas de depósito de documentos publicadas, presença nas políticas ou nas homepages dos RI, limites temporais da produção científica depositada e tipologias documentais acolhidas. Foram ainda identificados alguns problemas. Para os dados obtidos foram efetuadas as contagens e em alguns caos, calculadas as percentagens. Conclui-se que a maioria das Universidades e Institutos Politécnicos possui políticas de depósito de documentos publicadas e acessíveis.


Palavras-chave


Repositório, publicação científica e académica, preservação de documentos

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.