A gestão integrada da informação no Arquivo Municipal de Lisboa

Paulo Batista

Resumo


O projeto, pioneiro em Portugal, de digitalização dos processos de obra particulares do município de Lisboa, iniciado em 2005, no AML, assume-se como decisivo na prossecução da gestão integrada da informação por esta organização. Trata-se de um conjunto de processos relacionados com um edifício, documentando a vida de um imóvel desde a construção até ao final da sua existência, isto é, até à demolição total.  

A opção por esta série deveu-se a ser a mais consultada e com pedidos de reprodução pelos clientes do AML, apresentando características específicas no que respeita à sua organização, acondicionamento, formatos, tipologias de documentos ingressos, cores e tamanhos, sustentada na tentativa de implementação do modelo de gestão integrada da informação, com recurso às TIC. 

Deste modo, por um lado, o projeto de digitalização desta documentação teve como objetivo central dotar o município da capital, através de software e hardware, de uma estrutura totalmente digital. Por outro, o público do AML foi o motor deste projeto, no sentido em que se procurou conhecer as suas necessidades de informação, planeando políticas com vista a uma resposta mais célere e eficiente.  


Palavras-chave


Gestão integrada da informação, Arquivo Municipal de Lisboa, Processos de obra particulares, Digitalização

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.