Preservando a Memória Através dos Livros de Matrículas do Instituto de Artes dos Anos de 1908 a 1941

Carmen Lucia Borges Teixeira Valenti, Lisandra Rosa de Vargas, Medianeira Aparecida Pereira Goulart

Resumo


As instituições de ensino superior possuem como atividades-fim o Ensino, a Pesquisa e a Extensão. A produção documental é realizada tanto para cumprir estas atividades quanto as proveniente das atividades-meio. Desde sua fundação, o Instituto de Artes produziu e acumulou documentos que tratam das múltiplas facetas e vinculações deste com a sociedade. O Arquivo Histórico do IA (AHIA) guarda em suas dependências toda a documentação relativa à sua origem, direitos e objetivos. Por muitos anos este acervo foi negligenciado, carecendo de cuidados que possibilitassem sua conservação, organização e acesso. Apesar das lacunas e descontinuidades existentes, apresenta uma documentação riquíssima para historiadores e pesquisadores. Com documentos datados de 1908 até hoje, é utilizado para pesquisas de alunos de diferentes cursos, assim como local de realização de estágio obrigatório. A documentação referente ao período de 1908 até 1962 compõe o acervo histórico do Instituto. A documentação posterior a este período sofrerá avaliação. O objetivo é apresentar o resultado da pesquisa realizada no conjunto documental constituído pelos livros de matrículas dos alunos do período de 1908 a 1941. Evidenciando a memória registrada nos livros pesquisados, bem como a relação entre a Arquivologia e a Memória para o desenvolvimento e a preservação do passado.

Palavras-chave


Arquivo, Memória, Preservação, Patrimônio

Texto Completo:

Resumo Poster

Apontadores

  • Não há apontadores.