Promoção da originalidade nos trabalhos académicos na Universidade Aberta

Ana Novo, Ana Nobre, João Simão, Pedro Pereira

Resumo


O plágio tem assumido crescente relevância no ensino superior, sendo responsabilidade de todos contribuir para a integridade e originalidade dos trabalhos académicos. A prevenção deste tipo de fraude faz-se educando e formando o estudante, alertando-o para a necessidade de existir um comportamento ético e responsável.

O “Grupo de Trabalho para a promoção da originalidade nos trabalhos académicos na Universidade Aberta” discute as temáticas da integridade e honestidade dos trabalhos académicos e realiza atividades neste contexto, essenciais no regime de ensino a distância e eLearning da Universidade Aberta (UAb).

O presente trabalho pretende ilustrar o percurso do primeiro ano deste grupo e discuti-lo no âmbito das boas práticas que acontecem no ensino superior, destacando cinco atividades: ação de formação para docentes sobre o software de deteção de plágio utilizado na UAb; inquérito aos docentes da UAb sobre a perceção acerca do plágio; elaboração de relatório fundamentando o uso de um software de deteção de plágio; inquérito aos estudantes da UAb sobre as perceções acerca do plágio.

O culminar destas atividades resultou na organização do Colóquio Ibérico “Plágio no Ensino Superior”, onde foram apresentados alguns dos resultados mais recentes da investigação efetuada em três universidades portuguesas e uma espanhola.


Palavras-chave


plágio, ensino superior, boas práticas, Universidade Aberta

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.