O valor económico da Biblioteca Pública

Sónia Almeida, Maria Beatriz Marques

Resumo


Introduz-se o conceito de valor económico e contextualiza-se a importância do seu uso como ferramenta estratégica de gestão. Faz-se uma análise crítica da justificação utilizada tradicionalmente para fundamentar o financiamento da Biblioteca Pública (BP), baseada em indicadores de utilização, e introduzem-se novas abordagens, nomeadamente económicas, como resposta ao desinvestimento feito nas BP. Considera-se que a introdução da perspetiva económica na proposição de valor da BP, através da realização de estudos e análises quantitativas, permite determinar a relação entre o custo e o benefício do investimento neste equipamento municipal de acordo com uma nova filosofia de governança pública, o New Public Management.

                Assume-se que, não obstante os benefícios tangíveis e intangíveis que a BP transfere para a comunidade não se esgotarem na vertente económica, conhecer o valor  económico da BP contribui, sem desvirtuar a sua natureza e missão, para a sua afirmação política e social.

                Os resultados do estudo de caso do Return on Investment, permitiram-nos concluir que quanto mais se usa a BP, mais rentável ela se torna. Em relação aos resultados da Contingent Valuation, a conclusão geral a retirar é que os cidadãos consideram a BP um serviço relevante para a comunidade, independentemente de a usarem ou não.


Palavras-chave


Sustentabilidade financeira, Valor económico, Return on Investment, Contingent Valuation, Biblioteca Pública.

Apontadores

  • Não há apontadores.