Bibliotecas Digitais e Humanidades Digitais: contribuição para o levantamento de requisitos do Livro Antigo

Dália Guerreiro, José Borbinha

Resumo


As Humanidades Digitais vieram estimular a utilização e reutilização de novas formas de informação em linha, criando requisitos específicos. Nesta comunicação, reportam-se os resultados de um estudo de análise da perceção dos investigadores dos requisitos específicos do livro antigo em relação às bibliotecas digitais. Para tal, recorreu-se a um grupo focal de investigadores em Humanidades com o objetivo de recolher dados acerca da forma como utilizam as bibliotecas digitais, das vantagens ou desvantagens que reconhecem na sua utilização face às congéneres físicas e das expectativas que têm para a sua otimização e maior adequação à investigação. Os dados recolhidos foram analisados e o resultado foi posteriormente validado por um painel de investigadores em Humanidades através de um inquérito por questionário. Conclui-se que, sendo a disponibilização em linha um dado adquirido, o livro antigo apresenta requisitos específicos que motivam a criação de ferramentas que, para efeitos de investigação, contribuam para tornar mais acessível e inteligível o respetivo conteúdo intelectual. Constata-se que os modelos de disponibilização em geral não acrescentam valor à consulta do texto impresso, nomeadamente na falta de pontos de acesso aos diversos componentes estruturais da obra e a elementos complementares do texto, mas identificam-se algumas vias de melhoria.


Palavras-chave


Bibliotecas Digitais; Humanidades Digitais; incunábulos; livro antigo; pesquisa de informação

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.