40 anos da revista “Análise Psicológica” (1977-2017): Dados bibliométricos

Carlos Alberto Lopes, Paulo Pinhão Nunes, Patrícia Santos

Resumo


Este trabalho descreve 40 anos de evolução da revista Análise Psicológica desde 1977 a 2017. A análise assenta na metodologia bibliométrica e visa como objetivo apresentar a sua trajetória científica no campo da Psicologia. Foram analisados 1.730 textos entre artigos, editoriais, relatos de experiências, notas didáticas, revisões de livros, e outros. O material foi analisado e organizado a partir de um conjunto de categorias: (a) análise da produção; (b) análise da autoria; (c) análise da produtividade dos autores; (d) análise da produtividade institucional; (e) análise da afiliação institucional dos autores; (f) idioma dos textos;  e (g) tipo de textos. Por fim, realizou-se uma análise temática com suporte ao vocabulário controlado e às palavras-chave mais frequentes ao longo dos artigos da revista. A partir dos resultados foi possível traçar uma linha do tempo das principais mudanças editoriais da revista Análise Psicológica, caracterizada em quatro etapas: 1. Nascimento; 2. Crescimento; 3. Maturidade; e 4. Internacionalização. Este estudo fornece-nos, ainda, dados bibliométricos que podem ajudar a melhor entender o papel da revista Análise Psicológica na promoção da Psicologia em Portugal. 

Palavras-chave


Análise Psicológica; Bibliometria, Indicadores de produção; Revistas científicas; Psicologia; Acesso Aberto.

Texto Completo:

Resumo Poster

Apontadores

  • Não há apontadores.