Temas e problemas de sobrevivência profissional: abordagem sistémica ou por cluster?

Leonor Gaspar Pinto, Paula Ochoa

Resumo


As principais tendências internacionais relativas à regeneração da profissão de Informação-Documentação (I-D) traduzem uma crescente preocupação com áreas estratégicas de gestão de carreira: o recrutamento de novas gerações, as acções de coaching entre profissionais, a gestão da mudança, a gestão das trajectórias profissionais e a gestão das competências (WORLD CONFERENCE ON CONTINUING PROFESSIONAL DEVELOPMENT AND WORKPLACE LEARNING FOR THE LIBRARY AND INFORMATION PROFESSIONS, 2009). A nível internacional tem vindo a crescer a tendência de aliar a sobrevivência dos profissionais e das bibliotecas à gestão do seu posicionamento estratégico ao mais alto nível de decisão. O enfoque na profissão leva igualmente a analisar as dinâmicas dos sistemas biblioteconómicos e a forma como vão desenvolvendo estratégias de sobrevivência e desenvolvimento que lhes permitam adaptar-se a novos paradigmas, contribuindo para a definição de políticas transversais e sectoriais que possibilitem reforçar o papel e a acção dos profissionais. A história ainda breve da carreira BAD em Portugal realça a necessidade de abordar e debater a evolução e o estado actual do sector. Nesta comunicação são apresentadas diferentes perspectivas de três gerações de profissionais I-D sobre as principais fragilidades do sistema biblioteconómico português, e o seu futuro, sustentado por clusters sectoriais, considerados grupos estratégicos de diversas tipologias de bibliotecas, agrupadas de acordo com as suas propriedades homogéneas, meta-competências organizacionais e novos serviços.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.