Gestão de Processos de Mudança Organizacional em Bibliotecas: saber, sentir, ver, ouvir e inovar

Ana Azevedo

Resumo


A sistematização dos conhecimentos adquiridos no processo de mudança organizacional do Serviço de Documentação e Informação da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (SDI), em resultado de um projecto de mudança implementado em Julho de 2008 e a concluir em Dezembro de 2010, é o principal objectivo deste artigo. O modelo teórico de reflexão sobre o processo, foi construído com base nos contributos dos modelos clássicos de gestão da mudança, salientando-se, de uma forma particular, os seguintes autores e obras: Dimensões da Mudança de Pettigrew, a Teoria do Caos de Poincaré, a Teoria da Contingência, o Modelo Causal de Burke, a Teoria dos Constrangimentos de Goldrat, a Resistência à Mudança de Kotter, a Inovação Disruptiva de Christensen, a Gestão da Mudança de Mintzberg, a Cultura Organizacional de Trice, a Gestão do Conhecimento de Collison e Parcell , as Teorias X, Y e Z de MacGregor e Ouch, a Soft Systems Methodologies de Checkland, as Comunidades Virtuais de Soroka, que serviram, simultaneamente, como recurso de leitura da realidade e como condutor das decisões em matéria de mudança. O processo de mudança tinha por principal objectivo: actualizar o posicionamento estratégico do SDI no mercado de prestadores de serviços de gestão de informação / documentação, em contexto de Ensino Superior, envolvendo a comunidade das pessoas que trabalham nesse Serviço na procura e na implementação de novos serviços a prestar, de novos modelos de prestação, e de novas formas de estruturação do Serviço que garantissem o bem-estar, o empowerment e a motivação conducentes à participação activa de todas as pessoas que trabalham nesta Unidade da FEUP. As componentes de eficiência e eficácia, presentes na optimização dos fluxos de gestão documental e nos modelos enriquecidos de apresentação da informação, foram, igualmente, objecto de experiências inovadoras do foro normativo e de tecnologia documental. Os resultados obtidos sugerem a complexidade de um processo desta natureza, a importância de uma contínua atenção e observação do clima e do desempenho organizacional e do efectivo efeito de mudança, a ser conduzida na base da participação e do reconhecimento da evidência da capacidade criadora e mobilizadora de todos os membros da organização.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.