Ler, ouvir e falar: a experiência dos Grupos de Leitores nas Bibliotecas Municipais de Oeiras

Bruno Duarte Eiras

Resumo


A avaliação dos resultados do impacto dos grupos de leitores têm no âmbito da promoção da leitura está por fazer em Portugal. No entanto, independentemente do local onde decorram ou qual a designação que adoptem, a sua organização é quase sempre um sucesso, enquanto espaços de reunião entre pessoas que partilham o mesmo gosto pelo livro e pela leitura. Existem várias designações para os grupos de pessoas que se reúnem para falar sobre um livro lido previamente: grupos de leitura, clubes de leitura, comunidades de leitores ou grupos de leitores. Nos últimos anos assistiu-se ao aparecimento de Grupos de Leitores em diversos locais e com características e objectivos diversos. Contudo, todos estes grupos partilham a visão de criação de laços, explorando o livro, para além da sua componente literária, como um elemento de sociabilização. Através da descrição das práticas dos Grupos de Leitores da RBMO, actualmente no quarto ano do projecto, procura-se mostrar como têm funcionado estes grupos e quais os objectivos atingidos, ao mesmo tempo que já se perspectivam novos caminhos seguindo estratégias de desenvolvimento do leitor e de multiplicação de resultados.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.