Medição de desempenho e gestão da qualidade em bibliotecas públicas: uma estratégia para o século XXI

Leonor Gaspar Pinto

Resumo


A presente comunicação tem por objectivo fazer o ponto da situação da medição do desempenho e da gestão da qualidade em bibliotecas públicas, partindo da experiência de diversos países, designadamente: Reino Unido, Dinamarca, Finlândia, Noruega, Holanda, Estados Unidos, Bélgica (Flandres), Alemanha, França, Espanha e Portugal. A medição do desempenho, por um lado, e a gestão da qualidade, por outro, constituem assim os eixos em torno dos quais se procura desenvolver uma análise comparativa das várias experiências.
Na análise da medição do desempenho dois aspectos merecem particular destaque: o contexto e perspectivas políticas e 0 papel da opinião do(s) utilizador(es). Quanto à gestão da qualidade, esta questão é abordada essencialmente na óptica dos conceitos, formas I ferramentas de gestão da qualidade e certificação.
Por fim, uma breve reflexão sobre o significado global das várias experiências descritas serve de enquadramento ao esboçar de algumas ideias sobre o futuro do projecto, em curso no nosso pais, de medição do desempenho das bibliotecas da Rede Nacional de Leitura Pública.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.