Profissionais da informação: reflexões sobre a formação e a pesquisa em Ciência da Informação no Brasil

Dinah Aguiar Población

Resumo


Neste final de século, a velocidade que caracteriza o processo de comunicação do conhecimento extrapola os esforços empreendidos pelos profissionais altamente capacitados até a década de 70. O domínio dos procedimentos tradicionais aplicados para a produção de documentos, centravam predominantemente nos documentos em papel. Nas duas últimas décadas o desenvolvimento da tecnologia vai influir na formação do profissional de informação. Conhecer as peculiaridades de cada tipo de clientela vem sendo o objetivo de estudos e de várias investigações para atender as demandas atuais da sociedade. Nesta era digital, os desafios enfrentados pelos responsáveis pela formação de recursos hurnanos para a área variam de níveis desde a graduação até a pós-graduação e educação continuada. No Brasil, a formação do profissional de informação apresenta as características decorrentes do processo de expansão de ensino em um país com dimensões continentais e com diferentes realidades sociais. 0 movimento associativo existente corresponde aos anseios dos profissionais que estão inseridos no mercado de trabalho sendo influenciado pe1a atuação das associações que congregam docentes e pesquisadores da área vinculados às escolas e cursos de graduação (ABEBD – Associação de Escolas de Biblioteconomia e Documentação e ANCIB - Associação nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Ciência da Informação e Biblioteconomia ).

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.