Quanto tempo para comunicar? Um inquérito à comunicação síncrona e assíncrona, ao planeamento e avaliação da comunicação externa nos Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia da Universidade de Aveiro.

Graça da Conceição Filipe Gabriel

Resumo


O objetivo deste artigo é relatar os resultados de uma investigação efetuada no âmbito do Mestrado em Ciência da Informação da Universidade Portucalense, tendo como estudo de caso os Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia da Universidade de Aveiro (SBIDM) (Gabriel, 2012). O inquérito realizado visou determinar o peso das atividades de comunicação externa com o público – comunicação síncrona e assíncrona, planeamento e avaliação da comunicação – no total de horas semanais de trabalho dos funcionários e a relação entre a especialização académica dos recursos humanos na área da comunicação e o tempo despendido em atividades de comunicação.


Palavras-chave


Comunicação organizacional; comunicação externa; comunicação síncrona; comunicação assíncrona; planeamento da comunicação; avaliação da comunicação; Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia (SBIDM).

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.