Para uma Epistemologia da Travessia Hermenêutica

Manuel Pessoa, Sandra Cosme, Sara Carvalho

Resumo


Este estudo tem como pano de fundo o levantamento de algumas problemáticas no cerne dos princípios, objecto e metodologias da Biblioteca contemporânea.

Assumindo uma postura de reposicionamento mostra-se um terreno fértil para questionar as estruturas mentais que se perpetuaram ao longo da história, procurando evidenciar a nova dinâmica da normalização e da praxis.

A par das diferentes perspectivas apresentadas, aborda a questão das manifestações e corpos possíveis para o documento, “superação” do conceito tradicional de colecção, dinâmicas de utilização.

Propõe uma abordagem hermenêutica como a metáfora da libertação a caminhos possíveis para o recentrar do lugar do profissional de informação.

Questiona, dentro de princípios dialógicos, os novos modelos conceptuais e as “ferramentas” que se desenham nos espaços de construção do conhecimento.

Num mundo dinâmico, pleno de intermitências, interrogamos o passado para as interrogações mais prementes do presente.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.