Literacia de Informação 2.0 nas Bibliotecas Municipais de Oeiras: uma abordagem ao Programa Copérnico

Maria José Catarino Amândio

Resumo


À presente comunicação, desenvolvida no âmbito da aplicação do Programa Copérnico na Rede de Bibliotecas Municipais de Oeiras (RBMO’s), preside como objectivo desenvolver uma reflexão em torno da vertente formação e dos serviços direccionados para a informação e educação de utilizadores nas bibliotecas públicas, respectivas linhas de desenvolvimento gerais e específicas e dinâmicas de funcionamento.

O estudo deste tema, em articulação com uma abordagem teórica sobre literacia de informação, enquadramento nos serviços transversais à biblioteca e possíveis relações com o conceito de Web 2.0, prendeu-se, sobretudo, com a crescente consciencialização para o papel educativo das bibliotecas públicas em Portugal enquanto organizações valorizadoras de processos de aprendizagem ao longo da vida e como canais de divulgação de ferramentas de apoio ao ensino e investigação.

A partir de uma breve revisão da literatura, são apresentadas diversas abordagens que acompanham a evolução do conceito de literacia de informação, definindo três áreas: uma relacionada com a concepção da informação, ênfase nas tecnologias de informação e comunicação; outra com a concepção do conhecimento, ênfase nos processos cognitivos, e uma terceira com a concepção da inteligência, destaque na aprendizagem ao longo da vida. A cada concepção correspondem, respectivamente, diferentes níveis de actuação do bibliotecário: intermediário da informação, mediador de conhecimento e mediador de aprendizagens.

Em seguida, pretende-se demonstrar como a RBMO’s incluiu as concepções de desenvolvimento de competências de informação e aprendizagem ao longo da vida na sua prática corrente, apresentando-se as experiências formativas e educativas do Programa Copérnico, consubstanciadas nos projectos de continuidade InfoLiteracia, Enigma, em recursos disponíveis na Web e no evento Oeiras Internet Challenge.

Identificam-se requisitos e exigências verificadas no decurso da implementação destes projectos, enumerando também alguns dos obstáculos sentidos. Por fim, apresentam-se propostas de princípios orientadores aplicáveis a programas de promoção de literacias de informação.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.