Liberdade de acesso à informação electrónica: Liberdade de comunicação, Questões de ética profissional

Alfredo Ramalho, Antonieta Vigário, Ernestina Castro

Resumo


O objectivo deste painel é suscitar a debate e esclarecimento, em conjunto, das questões éticas que se colocam aos profissionais da informação na utilização dos meios que se encontram à sua disposição para aceder à informação electrónica e de que forma aferir ou implementar as boas práticas previstas ou não no Código de Ética.
Pretende-se abarcar todos os profissionais que têm à sua disposição nos diversos serviços de informação – bibliotecas, arquivos, serviços de documentação e informação - os meios adequados para aceder à Internet ou que poderão e terão que suscitar a sua implementação.
Em particular levantam-se estas questões nas bibliotecas escolares, bibliotecas públicas infantis e juvenis mas também nas bibliotecas universitárias , especializadas e arquivos em geral.
Para que o debate seja essencialmente direccionado à prática profissional e não mero debate de ideias pretende-se que surjam casos de decisão ética em que os profissionais se tenham confrontado no exercício da sua actividade profissional.
Para enriquecer o debate e suscitar consensos, pretende-se também conseguir a participação de um jornalista, um educador, pais ou utilizadores dos serviços.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.